Dia Mundial da Atividade Física

Por: Dra. Talita Politano Galiza Vidal, publicado em: 07/04/2022

Dia 6 de abril comemoramos o Dia Mundial da Atividade Física.
A atividade física regular auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares, diabetes tipo2, vários tipos de cânceres, dores musculoesqueléticas; além de beneficiar saúde mental, saúde cognitiva, sono e bem estar geral.
A recomendação da OMS é que adultos devem realizar pelo menos 150 a 300 minutos de atividade física aeróbia de intensidade moderada ou mínimo de 75 a 150 minutos de atividade intensa, associado a 2 dias semanais mínimos de atividades de fortalecimento muscular que envolvam os principais grupos musculares.
Adultos e idosos com condições crônicas devem substituir o tempo sedentário por atividade física de qualquer intensidade, inclusive baixa. Lembrando que em idoso, a atividade física ajuda a prevenir quedas e lesões relacionadas ao declínio da saúde óssea e da capacidade funcional.
Crianças e adolescentes de 5 a 17 anos devem realizar 60 minutos por dia de atividade física moderada a vigorosa, sendo que a maior parte dessa atividade deve ser aeróbica. É interessante para esse público, incorporar atividades vigorosas, assim como aquelas que fortalecem os músculos, em pelo menos 3 dias na semana.
Vale salientar que, para qualquer grupo dos citados, deve-se começar a prática de atividade física em menor quantidade e gradativamente aumentar frequência, intensidade e duração à medida que a capacidade e condicionamento físico se desenvolvem.
Antes de começar a se exercitar, faça um check up médico para avaliação de sua saúde, estado físico geral e direcionamento para as atividades mais indicadas no seu caso.

Postado por: Dra. Talita Politano Galiza Vidal, publicado em: 07/04/2022

CREFITO/3 79100-F
Especialidades: Fisioterapia


Comente sobre este artigo

Você também pode gostar destes artigos

Artigos

Doenças Raras

Dra. Ana Mondadori dos Santos

Artigos

Cansaço exagerado

Dr. Lísias Nogueira Castilho

Artigos

Entrando em forma

Dr. Lísias Nogueira Castilho

Busque por conteúdos

Categorias

Redes sociais